1 2 3 4

ÍCONI Representante Exclusivo ARPA Sistemas

ÍCONI Representante Exclusivo ARPA Sistemas
Chegou o que faltava em nossa região...

Palestra no SEBRAE Garanhuns une empresas e entidades para sensibilizar e capacitar gestores do comércio


Palestra no SEBRAE Garanhuns une empresas e entidades
para sensibilizar e capacitar gestores do comércio


Aconteceu na última quinta-feira, 20, no Auditório da Unidade de Negócios do SEBRAE Agreste Meridional, em Garanhuns, a Palestra “Gestão e Concorrência: Se Diferencie ou Fique Fora”, uma parceria do SEBRAE Agreste Meridional, CDL-Garanhuns, ÍCONI Informática e Consultoria, SEVEN Assessoria Empresarial, ÁGUIA Distribuidora de Alimentos, ARPA Sistemas de Informação, Banco do Brasil, Banco BFC e Grupo Maratá.

Criszógenes Lúcio, Gestor da Águia Distribuidora de Alimentos, idealizador do evento, abriu a palestra sensibilizando os integrantes do comércio, do mercado varejistas e atacadistas de alimentos para a necessidade de melhorar sua gestão para concorrer com grandes grupos econômicos que estão se instalando em Garanhuns e no Agreste Meridional. “Como empresário e tendo meus clientes como parceiros, idealizei esta palestra e o curso que iniciaremos em outubro com o intuito de capacitar os gestores, funcionários e empresas para melhorar a gestão de seus negócios para estarmos mais bem preparados para enfrentarmos a concorrência”, comenta Criszógenes. “Não somos um cidade isolada do contexto estadual, nacional e mundial, a globalização é uma realidade que impacta a vida de todos nós, empresários e cidadãos”, conclui Criszógenes.

Em seguida, Raimundo Barreto, consultor, professor e Diretor da ÍCONI Informática e Consultoria, fez uma breve apresentação discutindo a importância da Informática na Gestão para as micros, pequenas, médias e grandes empresas. Foi parte da discussão do Sr. Raimundo Barreto o uso consciente e completo de softwares de gestão, controles por meio de relatórios gerenciais e a atenção para a atualização constante do empresário da tecnologia da informação.

Aproveitando a presença do sócio-diretor da ARPA Sistemas de Informação, Paulo Sérgio, de Concórdia, Santa Catarina, o mesmo apresentou o Sistema Control, um sistema completo, robusto e que facilita em muito a rotina de trabalho em uma empresa, seja de uma micro, pequena ou média empresa.

Na sequência, Jose Lindenberg Filho, professor assistente I da UFPE e sócio-capitalista da Seven Assessoria e Consultoria Empresarial, fez uma breve explanação dos efeitos do planejamento tributário no lucro, custo e competitividade para os micros, pequenos, médios e grandes empresários. Em especial abordou o tema Planejamento Tributário para as empresas, enfatizando a importância da escolha correta do regime tributário com base em aumentar a rentabilidade e a lucratividade das organizações.

Sobre o curso que iniciará em outubro, Lindenbergue comentou: “Este curso foi montado para atender as necessidades atuais dos comerciantes e terá três módulos distintos. O primeiro, sobre Custos, tributação e planejamento tributário, paralelamente o de Práticas de Informática na Gestão e o oferecido pelo SEBRAE sobre Organização Empresarial”.

Por fim, tivemos a fala dos senhores Silvio, Superintendente do Banco do Brasil, Fernando, Gerente do Banco do Brasil Garanhuns e Emanuel, Gerente de Negócios do Banco BFC, que explicaram alguns produtos que os bancos oferecem e que podem ajudar os empresários nos investimentos em suas empresas, visando melhorar as instalações, equipamentos, capital de giro e outras necessidades. O apoio das entidades financeiras é indispensável para melhor preparar as empresas para este momento de crescimento econômico de Garanhuns, de Pernambuco e do Brasil. “Os bancos, hoje, funcionam como instituição de consultoria financeira para seus clientes e empresários. O relacionamento dos bancos com as empresas está se estreitando e, por isso, apoiamos esta iniciativa e estaremos presente no curso promovido para explicar, aos empresários, como os bancos podem auxiliar os empresários e empresas no seu desenvolvimento econômico”, comenta Silvio, superintendente regional do Banco do Brasil.

No final da Palestra, os participantes desfrutaram de um momento de confraternização e conversa em um Coffee Break patrocinado pelo Grupo Maratá.










Ler Mais

Prazo da NF-e 3.10 é 31 de março de 2015


A Secretaria da Fazenda informa que o prazo para uso da versão 2.0 do layout da Nota Fiscal eletrônica (NF-e) é até 28 de fevereiro de 2015, já a partir de Março/2015 só serão prrocessadas NFe na versão 3.10, a terceira geração da NFe. Encerrado o prazo, todas as empresas emissoras de NF-e precisarão estar adequadas com o layout da versão 3.10 da nota.

Alterações em regras de validação, principalmente aquelas vinculadas aos novos campos ou a novos controles, melhorando a qualidade da informação prestada pelas empresas e mantida pelas SEFAZ.

A versão 3.10 do XML trás diversas mudanças no projeto da NF-e, estas mudanças ocorrem principalmente nas regras de validação e no leiaute da NF-e. Abaixo estão listadas as principais mudanças documentadas nesta versão relacionadas com o leiaute da NF-e:

1) Atenção: na versão 3.10 do leiaute o campo IE do Destinatário não é mais informado com o literal “ISENTO”;
2) Identificação, no leiaute da NF-e, se o destinatário possui Inscrição Estadual mesmo não sendo contribuinte do ICMS, para as UF que adotam este tipo de controle; 
3) Inclusão do campo de Hora de emissão da NF-e. Anteriormente, havia apenas o campo para informar a data da emissão;
4) Identificação de venda para Consumidor Final através da NF-e;
5) Mudanças relacionadas com a operação com combustível, principalmente com a obrigatoriedade da descrição do produto conforme o padrão definido pela ANP;

Outras mudanças significativas foram feitas para empresas que operam com trasações de importação e importação.

OBS: Não deixe para última hora, configure o sistema para 3.10.

Sistema Control está totalmente HOMOLOGADO para operar a versão 3.10 da NFe.

ÍCONI Informática e Consultoria
Garanhuns - PE
CNPJ: 11.829.168/0001-20

(87) 3761-5091 ou 9139-3653 (TIM) ou 8837-1745 (Oi) 
WhatsApp: (87) 9990-1130
Skype: rai.barreto
www.iconi.com.br

rai@iconi.com.br
Ler Mais

Tire sua empresa do vermelho


O SEBRAE apresenta apresenta relatórios anuais de Monitoramente da Sobrevivência e Mortalidade de Empresas. A boa notícia é que nos últimos 2 anos, as taxas de mortalidade caíram em todos os perfis de comparação: no primeiro ano, de 35% para 27%; no segundo, de 46% para 38%; no terceiro ano de atividade, de 56% para 46%; no quarto ano, de 63% para 50% e no 5º ano de atividade, de 71% para 62%. Apenas da boa notícia, o índice de mortalidade de empresas ainda é bastante elevado. Esta realidade mostra que muitas operam no vermelho, com bastante dificuldade para sair da situação.

Uma das explicações pode ser a falta de preparo daqueles que estão à frente do negócio. A paixão e determinação com que muitos empreendedores se lançam a um objetivo nem sempre é acompanhada por conhecimento em gestão e, principalmente, planejamento financeiro. O resultado disso é ver as contas sempre no vermelho.

Tirar a empresa do prejuízo não é missão fácil para os empreendedores. É preciso muita disciplina, planejamento e, claro, redução de custos. Se a sua empresa também está passando por esta situação complicada, preparamos um guia para te ajudar a voltar para o azul. Confira as nossas seis dicas para fazer deste o ano da virada para o seu negócio.

1 – IDENTIFIQUE AS CAUSAS DO PROBLEMA
O primeiro passo para se começar a colocar a empresa nos eixos é identificar o motivo que a levou a sair dos trilhos e entrar no descontrole financeiro. Um bom diagnóstico do que está errado é fundamental para que sejam tomadas as ações corretas para sanar os problemas. Faça uma avaliação profunda das finanças da organização, mapeando criteriosamente tudo que entra, tudo que sai e quanto sobra no final (ou quanto fica negativo).

Com base nessa análise, você precisa estabelecer um replanejamento financeiro, tapando todos os furos identificados e corrigindo os ralos por onde o dinheiro está vazando desnecessariamente. É aí que entra a próxima etapa.

2 – REALIZE UM CORTE GASTOS
Após conhecer exatamente para onde vai cada centavo da empresa, você precisa definir prioridades e cortar o que não for realmente essencial para os resultados do negócio. Pequenos itens do dia a dia, como copos descartáveis, papel e materiais de escritório precisam ser reduzidos. Assim como contas de telefone, água e energia. Onde puder haver redução e uso mais eficiente dos recursos, isso precisa acontecer. Muitas vezes, também é hora de cortar funcionários que não se empenham e ter um prestador de serviço terceirizado para a a mesma função, que geralmente é mais barato.

Alinhe muito bem esta nova postura com a sua equipe. Todo mundo precisa se conscientizar e passar a contribuir para enxugar as contas da organização.

3 – INTEGRE OS SETORES DA SUA EMPRESA
O sucesso de uma organização depende da forma coordenada em que seus setores trabalham. Em momentos de crise, essa integração precisa ser ainda mais forte, principalmente entre o financeiro e a direção da empresa. Todos precisam ter um entendimento completo das contas, fluxo de caixa, perspectivas de gastos e arrecadações.

Os números precisam de acompanhamento constante. Para isso você precisa de um Sistema de Gestão confiável, que lhe retorne informações precisas sobre seu estoque, inadimplência, Fluxo de Caixa e Plano de Contas. Baseado nos dados fornecidos pelo Sistema, marque reuniões periódicas para analisar e rever os dados e metas de mudança. Se você é o único responsável por todo o controle financeiro (como é comum em micro e pequenas empresas), então deve ter ainda mais atenção com o orçamento.

Pense também se não é o caso de contratar um especialista para a função. Além de ter alguém com o olhar mais apurado para os números, você ficará menos sobrecarregado com o trabalho, podendo dedicar mais atenção aos outros processos da gestão. Também é possível, na verdade essencial, ter um software de controle financeiro pois ele é uma ferramenta útil na atualização, análise e armazenamento dos dados sobre o dinheiro da empresa.

4 – CONTRATE UM CONSULTOR
Muitas vezes o olhar do gestor está tão viciado com a rotina da empresa que ele não consegue identificar o que está errado ou então não tem conhecimento suficiente para encontrar soluções para os problemas. Nestes casos, a ajuda de um consultor financeiro externo é essencial. Estes profissionais, por não estarem ligados à rotina da empresa, terão uma visão muito mais crítica da situação.

Apesar da contratação de um consultor representar mais um custo em sua folha de pagamentos, esse gasto deve ser visto como um investimento. Muitas empresas que estavam no vermelho só conseguiram sobreviver graças à ajuda de consultorias externas, que traçaram um diagnóstico exato e coordenaram um plano de ação eficiente.

Lembre-se, porém, que o consultor precisará de informações e dados precisos da sua empresa, pois isso é tão importante um Sistema de Gestão que lhe forneça dados precisos e relatórios gerenciais.

5 – RENEGOCIE AS DÍVIDAS
Se a situação está tão complicada que não é mais possível nem mesmo arcar com as dívidas contraídas, o primeiro passo então é buscar uma renegociação. Negocie com os credores uma condição que lhe possibilite estender os prazos e saldar a dívida da forma que ela caiba no orçamento da empresa.

Tenha muito cuidado na hora de recorrer a formas de crédito disponíveis no mercado. Algumas, como o cheque especial, possuem juros altíssimos e podem criar um efeito bola de neve que vai piorar ainda mais a situação. Tenha cautela e analise muito as condições antes de pegar empréstimos. Lembre-se que a finalidade é salvar o seu negócio e não endividá-lo ainda mais.

6 – FAÇA UM PLANEJAMENTO PARA GARANTIR O FUTURO
Ver a sua empresa passar por um período de contas no vermelho não é fácil, mas como gestor você precisa assumir a responsabilidade e comandar sua equipe de volta à estabilidade. E depois de passar pela turbulência, tome todas as medidas para garantir que esta situação nunca mais aconteça. Planejamento estratégico e financeiro vão garantir o futuro da sua organização seja mais tranquilo e renda bons frutos.
Ler Mais

NCM de Setor Alimentação, Padarias etc


NCM de Setor Alimentação, Padarias

Listagem com alguns Códigos NCM mais usados no no setor de alimentação e Lojas de conveniência (utilizados para NFe e cupom fiscal – Lei do Imposto na Nota).

Restaurantes/Buffet/Rodízio/A la carte (21.06)
2106.90.90 – Usado para totalizar a vendas da alimentação dos restaurantes,
                   seja. buffet, ou Rodizio ou a la carte (Tributado como ST)
2106.90.90 – Lanches (Cheese)
2106.90.90 – Porções

Bebidas (22.0)
2208.90-1 – BEBIDA ICE
2205 – VERMUTE
2208.70 – LICOR
2204.10 – VINHOS ESPUMANTES E VINHOS ESPUMOSOS
2204.2 – VINHO
2206.00 – SIDRA
2208.50 – GIN
2208.40 – RUM
2208.90.3 – BRANDY
2208.20 – AGUARDENTE DE VINHO OU DE BAGAÇO DE UVA
2208.90 – APERITIVOS E AMARGOS
2208.60 – VODKA
2208.30 – WHISKY
2208.40 – CACHAÇA

Leite e Derivados (04.0)
0402.29.10 – Leite integral
0402.29.20 – Leite parcialmente desnatado
0402.29.30 – Creme de leite (nata*)
04.03.10 – IOGURTES
04.06 – QUEIJOS E REQUEIJÃO
0406.10.10 – Mussarela
0406.10.90 – Outros
0406.20.00 – Queijos ralados ou em pó, de qualquer tipo
0406.30.00 – Queijos fundidos, exceto ralados ou em pó

Pizzas
1902.30.00 - Outras massas alimentícias
2106.90.90 - Pizzas Diversas

Downloads:
Tabela de Códigos NCM



P A D A R I A S



Ler Mais

Cursos EaD: BARES e RESTAURANTES (Com Certificado)

Cursos EaD: BARES e RESTAURANTES



Boas Práticas Para Manipulação de Alimentos (Com Certificado)

OBJETIVO
A gastronomia é um ramo de negócios cada vez mais exigente, e a ótima manipulação de alimentos é um pré-requisito para uma boa administração de bares e restaurantes. Aproveite a oportunidade e faça o curso a distância de Boas Práticas Para Manipulação de Alimentos, que abrirá novos horizontes profissionais e ensinará maneiras para ter um maior cuidado com a segurança alimentar em estabelecimentos públicos. Neste curso online você pode estudar em casa por um material de qualidade, obter o seu certificado e uma melhor colocação profissional em pouco tempo.
Carga Horária: 24 horas
Páginas em PDF: 112
- Introdução à Segurança dos Alimentos;
- Doenças Transmitidas por Alimentos e Microorganismos;
- O Manipulador;
- Higiene do Ambiente de Trabalho;
- Aquisição, Recebimento e Armazenamento;
- Manipulação de Alimentos I;
- Manipulação de Alimentos II.
Conteúdo Videoaulas:
. Introdução à segurança dos alimentos
. Doenças transmitidas por alimentos e micro-organismos
. O manipulador
. Higiene do ambiente de trabalho
. Aquisição, recebimento e armazenamento
. Manipulação de alimentos I
. Manipulação de alimentos II
. Fornecimento de alimentos seguros
Certificado:
Após a conclusão do curso e se o resultado da avaliação for igual ou acima da média exigida, o certificado de conclusão será disponibilizado no ambiente virtual de estudos para que você possa imprimi-lo.
Alunos que não alcançarem a média necessária, em nenhuma das três oportunidades de avaliação, não receberão o certificado.
Administração Geral
. Atendimento ao Cliente
. Empreendedorismo
. Motivação e Liderança


Inclui outros cursos:

. Inglês para atendimento em Bares e Restaurantes


. Espanhol para atendimento em Bares e Restaurantes



Mais informações pelos telefones:
Rai Barreto: (87) 9139-3653 (TIM) ou 8837-1745 (OI)
Skype: rai.barreto
Ler Mais

SEJA 10X MAIS PRODUTIVO NO SEU DIA A DIA


Uma pesquisa americana realizou um estudo que 50% dos funcionários trabalham apenas 15 minutos antes de cair em alguma distração. Esse número sobe um pouco mais, 53% perdem mais de uma hora com tarefas desnecessárias, interrupções e distrações.

Um dos grandes vilões são as mensagens, vindas do celular, redes sociais e e-mails pessoais. Manter o foco parece em um primeiro momento complicado, mas com 2 palavras fundamentais, esta tarefa fica mais fácil, organização e disciplina. Mudar a forma como as pessoas estão acostumadas a trabalhar é uma tarefa complicada, mas com algumas técnicas e disciplina o seu dia pode render muito mais.

Você pode se perguntar, mas tenho tanta coisa para fazer, meu dia é muito conturbado, não vou conseguir ter tempo. O dia de todas as pessoas é complexo e porque algumas destacam-se e conseguem um alto grau de concentração e foco?

O CEO da Agência ISSO É.com, Alex Villaverde testou durante meses algumas técnicas e mudanças em alguns hábitos e descreveu em onze passos o sucesso dos grandes líderes que possuem foco, atenção e concentração nas tarefas que estão sendo executadas, poupando tempo e evitando o retrabalho.

Passo 1 – Noite de Sono

• Tenha uma rotina para dormir bem, com horário para deitar e levantar.

• Lembre-se, não somos uma máquina e nosso corpo e mente precisam estar 100% preparados para a tarefa do dia a dia.

• O mínimo são 6 horas e o ideal 8 horas de sono.

Passo 2 – Café da Manhã

• Estudos comprovam que a primeira refeição do dia é a mais importante e melhoram a concentração e a atenção.

• A alimentação equilibrada vai evitar mudanças repentinas de humor durante o dia.

• Antes de tomar o seu café da manhã, não abra e-mails, não veja mensagens, faça uma refeição tranquila.

Passo3 – Exercícios

• Praticar exercícios diariamente deixa o nosso corpo ativo e melhora o raciocínio e o foco.

• Quem se movimenta é muito mais feliz, a liberação de hormônios proporcionada pela prática de esportes conhecidamente promove uma sensação de bem-estar e satisfação.

Passo 4 – Tarefas Planejadas

• No dia anterior, faça uma lista de tudo que você tem para fazer no dia seguinte.

• Agrupe por categorias e grau de dificuldade, tente resolver os problemas mais simples primeiro.

• Siga a lista rigorosamente, só passe para a próxima tarefa quando concluir a tarefa atual.

Passo 5 – Ambiente Preparado

• O ambiente de trabalho deve ser organizado e preparado para um dia de muitas tarefas.

• A mesa precisa conter apenas o necessário para executar as tarefas do dia.

• Coloque o celular no mudo, desligue as redes sociais e mantenha focado no que precisa ser feito.

Passo 6 – Parar é necessário

• Não somos uma máquina e precisamos respirar, então a cada hora trabalhada, faça uma pausa de 5 minutos.

• Quando estamos com a cabeça descansada, além das ideias aparecerem mais rápido, o rendimento aumentará.

Passo 7 – Uma tarefa por vez

• Não tente ser multi tarefa, realizar diversas coisas ao mesmo tempo prejudica sua atenção e compromete a qualidade do trabalho.

• Dedique seu tempo para executar uma tarefa por vez, com foco e dedicação você ganhará mais tempo ao longo do dia.

Passo 8 – Domine os e-mails

• Sem dúvida é dos principais vilãos dos tempos de hoje, você precisa dominar os seus e-mails.

• Marque a quantidade de vezes que você precisa checar os e-mails, eu me condicionei a olhar 4 vezes por dia.

• Quando chegar os e-mails, catalogue e tome uma atitude, não fique lendo os mesmos e-mails toda vez que você abrir o mensageiro.

Passo 9 – Fones de Ouvido

• Uma das formas de concentração é isolar os ouvidos, uma ótima dica é escutar sons de natureza ou música instrumental.

• Evite músicas com refrãos conhecidos, isso pode atrapalhar, porque o cérebro vai pensar mais na música do que na tarefa.

Passo 10 – Mire os Objetivos

• Uma das formas de resolvermos uma tarefa é ter um objetivo, ou seja, quando terminarmos esta tarefa o que ganhamos e se não terminar o que iremos perder.

• Enxergar os benefícios é a melhor forma para fazermos as tarefas com mais prazer.

• Crie recompensas, depois de terminar as tarefas complexas, coma um bombom, veja um vídeo ou utilize qualquer prêmio que te faça feliz.

Passo 11 – Cenários de Urgência

• Uma forma de medirmos a capacidade de lidar com o tempo é criar um cenário de urgência, marque um horário para terminar as tarefas do dia e foque para terminar antes disso.

• Este é um exercício que você vai se surpreender, e te mostrar que sempre temos tempo.

Aprenda a organizar radicalmente o seu tempo, reduzir o estresse e se tornar 10x mais produtivo. Tudo faz parte de um treino e da força de vontade, você consegue.

Fonte: Revista Incorporativa
Ler Mais

NFCe - Nota Fiscal Consumidor Eletrônica ( Fique atento! )

Se prepare para a maior revolução no varejo dos últimos tempos:
A Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor!



A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica propõe uma verdadeira revolução no Varejo Brasileiro, muito similar a versão 2.0 da NF-e. Preparar-se para todas as mudanças é fundamental. A transição do atual modelo de Emissor de Cupom Fiscal ECF) para o novo deve durar dois anos quando todos os contribuintes deverão estar adequados. 


A Secretaria da Fazenda (Sefaz) do Estado de Pernambuco começa, em março, a implantação do piloto da Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e), que substituirá o cupom fiscal ao consumidor final. A transição do atual modelo de Emissor de Cupom Fiscal ECF) para o novo deve durar 2 anos, quando todos os contribuintes deverão estar adequados. O piloto da NFC-e começa em duas empresas do Recife e será ampliado aos poucos.




O Projeto NFC-e, visa ser uma alternativa totalmente eletrônica para os atuais documentos fiscais em papel utilizados no varejo (cupom fiscal emitido por ECF e nota fiscal modelo 2 venda à consumidor), reduzindo custos de obrigações acessórias aos contribuintes, ao mesmo tempo que possibilita o aprimoramento do controle fiscal pelas Administrações Tributárias. 

Com a NFC-e, também o consumidor é beneficiado, ao possibilitar a conferência da validade e autenticidade do documento fiscal recebido. Neste sentido, propõe o estabelecimento de um padrão nacional de documento fiscal eletrônico, baseado nos padrões técnicos de sucesso da Nota Fiscal Eletrônica modelo 55, todavia adequado às particularidades do varejo.

O QUE É NFC-E?

A NFC-e é um documento eletrônico (arquivo de computador) que substituirá as notas fiscais de venda a consumidor, modelo 2, e o cupom fiscal emitido por ECF com grandes vantagens para as empresas, para o Fisco e para a sociedade;

Uso de Impressoras não fiscais

Como os arquivos das NFC-e são transmitidos para a SEFAZ/AM, elimina-se a necessidade do uso de Equipamentos Emissores de Cupom Fiscal (ECF). O Podem ser utilizadas quaisquer impressoras térmicas ou laser para impressão do documento auxiliar.

Escalabilidade

A solução pode prever a expansão ilimitada dos check-outs, sem qualquer necessidade de autorização prévia do Fisco. Caixas temporários podem ser abertos para datas de grande movimentação, como Natal e dia das mães, apenas alocando os recursos necessários.

Soluções móveis

A NFC-e pode ser emitida em qualquer tipo de equipamento, desde um computador desktop convencional até notebooks, netbooks, tablets, celulares e PDAs. Pode ser emitida em quiosques, feiras, exposições e veículos.

Impressão ou envio eletrônico


A critério do consumidor e se o estabelecimento dispuser do recurso, a impressão do documento auxiliar pode ser substituída pelo envio do link de consulta da NFC-e por e-mail ou SMS.

VANTAGENS

• Dispensa de homologação do software pelo Fisco; 
• Uso de Impressora não fiscal comum térmica ou a laser; 
• Simplificação de obrigações acessórias (dispensa de impressão de Redução Z e Leitura X, Mapa Resumo, Lacres, Revalidação, Comunicação de ocorrências, Cessação etc); 
• Dispensa de intervenção técnica; 
• Uso de papel comum não certificado, com menor requisito de tempo de guarda; 
• Transmissão em tempo real ou on-line da NFC-e; 
• Não há necessidade de autorização prévia do equipamento a ser utilizado; 
• Uso de novas tecnologias de mobilidade (smartphone, tablet, notebook e outros); 
• Flexibilidade de expansão de pontos de venda, sem necessidade de autorização do Fisco; 
• Integração de plataformas de vendas físicas e virtuais; 
• Apelo ecológico com redução significativa dos gastos com papel.

COMO É EMITIDA A NFC-E

A NFC-e é emitida pelo contribuinte utilizando um Programa Emissor, que deve ser instalado nos computadores da empresa. Após ser preenchida e assinada eletronicamente a NFC-e é transmitida pela internet para a SEFAZ. Em fração de segundos os computadores da SEFAZ verificam a autenticidade do documento e a consistência das informações. Se não houver nenhum erro, o contribuinte recebe de volta, em seu programa, o número de Autorização de Uso. A partir deste momento, a NFC-e tem validade e pode acobertar a venda. Após pode ser impresso o DANFE NFC-e, que é uma representação simplificada da NFC-e que contém a chave de acesso e o código de barras QR Code da NFC-e para que o consumidor consulte a regularidade da mesma.

A NFC-e possui um QR-Code (código de barras bidimensional) que pode ser lido por qualquer smartphone. A NFC-e possui um QR-Code (código de barras bidimensional) que pode ser lido por qualquer smartphone. O QR Code comprova a validade daquela nota. Hoje, se o ECF estiver fraudado, o consumidor não tem como saber. Com esse QR Code, ele poderá averiguar se todos os impostos estão sendo pagos. 



CARACTERÍSTICAS

-Emissão de Venda eletrônica modelo 65
-Venda cartão não vinculada ao TEF
-Geração de parcelas integrado ao financeiro do retaguarda
-Controle de Crédito de Clientes
-Controle de acesso (operador e supervisor)
-Caixas com o modo de trabalho independente
-Integrado com leitor de código de barras
-Integrado com balanças de Checkout e Cod. Barras
-Cancelamento de itens pelo código de barras ou posição do item;
-Abertura automática do cupom ao passar o item no leitor de código de barras
-Configuração para mensagem promocional
-Configuração para Imagem promocional em modo slide show

Mais informações (leia este outro artigo):
CF-e SAT - Fim da Impressora Fiscal (ECF) está próximo
Ler Mais

Comandas móvel: Restaurantes, Bares, Pizzarias e afins

A Importância da Informatização em Restaurantes e afins

Qualidade no atendimento, rapidez, precisão das informações e controle total das informações. Inclui opção de entrega Delivery.
Fim do uso de comandas em papel...


Muitos donos de restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias, padarias e afins, além de não conseguem enxergar os avanços tecnológicos que surgem na área de Informática. Ficar atento à evolução da tecnologia se torna extremamente fundamental para os gestores de restaurantes. A informatização em restaurantes e estabelecimentos afins é importante por vários fatores, que podemos citar como redução de custos e qualidade no atendimento aos seus clientes. No caso da comanda eletrônica além dela possibilitar um processo de atendimento mais rápido e dados precisos, possibilita imediatamente a necessidade de compra e controle de seus produtos. 

O Sistema Gdoor Comanda Móvel

Um sistema de monitoramento fica aberto em um computador servidor (ou no caixa) e os dados são transferidos via rede wireless comum para os dispositivos móveis que solicitarem as informações. Este servidor deve estar conectado a uma rede que possua um roteador wireless conectado a ela, os dispositivos móveis devem estar conectados a este roteador wireless também, nos dispositivos móveis será informado o IP do servidor a qual será solicitado as informações. Com esta sincronização os dados são enviados e recebidos em instantes, com rapidez e agilidade. 



Atendimento rápido e preciso dos clientes, praticidade, eficiência e lucratividade, são alguns resultados que o estabelecimento atinge rapidamente, e com uma tecnologia simples e barata. É isso que o Comandas GDoor oferece à sua empresa. Com uma interface amigável, ande qualquer garçom pode operar, intuitiva e agregando tudo que é necessário em uma única aplicação, com disponibilidade de tele entrega (delivery) e reserva de mesa. 

O Comandas Móvel pode ser instalado 

Indicado para: bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, padarias e similares.

Comandas com código de barras:


Comanda eletrônica de consumo ou Fichas de consumo são usadas para controle de consumo dentro de estabelecimentos como: Padarias, Restaurantes, Restaurantes por kilo, Restaurantes a la carte, Casa noturnas, Bares noturnos e outros.

Este recurso agiliza muito o atendimento, além de diminuir as FILAS no caixa.


Garçons:

O sistema pode ser instalado em qualquer aparelho com o Sistema Operacional Android 2.3 ou superior. Pode ser um SmartPhone ou Tablet.



- Controle de comissão por item, o sistema aplica a comissão pela comissão do produto, se não tiver aplica a comissão do vendedor, com isto vários garçons podem atender a mesma mesa que a comissão será calculada conforme o item lançado pelo garçom e não pelo total da mesa. 
- Na geração do cupom fiscal é aplicado a comissão a cada vendedor o que depois é usado nos relatórios de comissões. 
- Controle de percentual de caixinha, ao ativar esta opção o sistema não solicita garçom e passa a controlar a comissão pelo total da mesa.

Reserve mesas com facilidade mas com todos os recursos que você precisa: 
- Juntar mesas: é possível juntar mais mesas a reserva, com isto o sistema agrupa as mesas no consumo; 
- Tempo de aviso: configure quanto tempo antes de chegar o cliente você deseja que o sistema avise sobre a reserva da mesa; 
- Aviso de uso: se a mesa está reservada e dentre tempo de aviso alguém estiver usando a mesa o sistema vai avisar; 
- Tempo de cancelamento: seria se o caso de "se o cliente não chegar em meia hora após a reserva ele perde a reserva" esta função é possível configurar o tempo de cancelamento automático, com isto se a mesa não for aberta do horário de reserva até o cancelamento o sistema cancela a reserva e libera a mesa para uso;

Aviso de não consumo:
- Controle o tempo de não consumo de uma mesa, através de uma configuração é possível definir um tempo de "não consumo", com isto o sistema vai verificar quando foi o último pedido da mesa e vai avisar que a mesa não esta consumindo quando atingir o tempo de "não consumo" configurado.
- Funciona igual para os clientes que não solicitaram nada, se a mesa está aberta e o cliente não fez o pedido e tempo de "não consumo" foi atingido o sistema também vai notificar a mesa.

Controle suas entregas com facilidade (DELIVERY): 
- Busque o cliente pelo telefone, nome ou CPF/CNPJ, se o cliente não existir cadastre ele na mesma tela; 
- Transfira uma mesa para uma entrega ou de uma entrega para uma mesa; 
- Opção de impressão para cozinha separada para tele-entrega (DELIVERY), isto devido a maioria dos restaurantes terem uma equipe apenas para as entregas, então com o sistema é possível separar a impressões de entrega.



Rota de Entrega:
- Gera o mapa de entrega, do endereço de sua empresa até o endereço do cadastro do cliente.

Comandas Móvel:
- Gerencie o consumo de seu clientes através de dispositivos móveis, toda a parte do serviço feito pelo garçom é gerenciado neste programa: inclua produtos, adicionais, transfira itens, cancele itens, seleção de garçom.

Características:
- Adaptado para Touch Screen
- Aviso de tempo de não consumo
- Quantidade de Ocupantes
- Valor por ocupante
- Cancelamento parcial de itens
- Cadastro de Adicionais
- Integrado com balanças de Checkout e Código Barras 
  (COMIDA A QUILO OU PADARIAS)
- Senha para Desconto, Cancelamento e Transferências
- Compatível com cartão comanda
- Opção para bloquear consumo da comanda
- Homologado ao PAF-ECF
- Relatório de Transferência de Mesas
- Conferência de Mesas
- Importação para Cupom Fiscal

Tele Entrega (Delivery)
- Cadastro de novo cliente
- Busca de cliente pelo telefone
- Geração de Rota de entrega (mapa)
- Impressora exclusiva para Tele entrega

Reserva de mesas
- Lembrete para avisar antes de iniciar a reserva
- Cancelamento de reserva automático
- Opção de juntar mesas

Impressão para Bar, Cozinha
- Separada por Grupo de produtos
- Direta na Porta LPT, Porta COM e impressoras instaladas no Windows
- Impressora exclusiva para Tele entrega



Transferência
- De mesas: Arrastar e soltar com o mouse
- De itens: completa ou Parcial por item
- Entre mesas
- De Mesa para uma Tele Entrega
- De tele entrega para Mesa

Requisitos de Sistema Operacional:
- Windows 2003/2008 Server (Com todas as permissões de usuários e administrador liberadas).
- Windows XP - Todas as Versões (Com permissão de Leitura e Gravação Completa).
Ler Mais

Receita Federal aperta o cerco


Todos devem começar a acertar a sua situação com o Leão, pois neste ano o Fisco começa a cruzar mais informações, e no ano que vem estará cruzando praticamente tudo. E TUDO NOS ÂMBITOS MUNICIPAL, ESTADUAL E FEDERAL, amarrando pessoa física e pessoa jurídica através destes cruzamentos inclusive os últimos 5 anos. As informações cruzadas envolvam CPF ou CNPJ.


*1. O QUE SERÁ CRUZADO:

CARTÓRIOS: Checar os bens imóveis – terrenos, casas, apartamentos, sítios, construções;  DETRANS: Registro de propriedade de veículos, motos, barcos, Jet-skis, etc;  BANCOS: cartões de crédito e débito, aplicações, movimentações, financiamentos;

EMPRESAS EM GERAL: Além das operações já rastreadas (Folha de pagamentos, FGTS, INSS, IRRF, etc), passam a ser cruzadas as operações de compra e venda de mercadorias e serviços em geral, incluídos os básicos (luz, água, telefone, saúde), bem como os financiamentos em geral. Tudo através da Nota Fiscal Eletrônica. Tudo isso nos âmbitos Municipal, Estadual e Federal, amarrando pessoa física e pessoa jurídica através destes cruzamentos e podendo, ainda, fiscalizar os últimos 5 (cinco) anos.

*2. MODERNIDADE DO SISTEMA:

Este sistema é um dos mais modernos e eficientes já construídos no mundo, e logo estará operando por inteiro. Só para se ter uma ideia, as operações relacionadas com cartão de crédito e débito foram cruzadas em um pequeno grupo de empresas varejistas no fim do ano passado, e a grande maioria deles sofreram autuações enormes, pois as informações fornecidas pelas operadoras de cartões ao fisco (que são obrigados a entregar a movimentação), não coincidiram com as declaradas pelos lojistas. Este cruzamento das informações deve, em breve, se estender a um número muito maior de contribuintes, pois o resultado foi “muito lucrativo” para o governo.

*3. FOCO NAS EMPRESAS DO SIMPLES:

Sua empresa é optante do Simples Nacional? Veja esta curiosidade inquietante:

TRIBUTAÇÃO PELO LUCRO REAL: Maioria das empresas de grande porte.Representam apenas 6% das empresas do Brasil e são responsáveis por 85% de toda arrecadação nacional;

*TRIBUTAÇÃO PELO LUCRO PRESUMIDO:Maioria das empresas de pequeno e médio porte. Representa 24% das empresas do Brasil e são responsáveis por 9% de toda arrecadação nacional;

*TRIBUTAÇÃO PELO SIMPLES NACIONAL:70% das empresas do Brasil e respondem por apenas 6% de toda arrecadação nacional. OU SEJA, é nas empresas do SIMPLES que o FISCO vai focar seus esforços, pois é nela onde se concentra a maior parte da informalidade, leia-se, sonegação!

*4. INFORMALIDADE DEVERÁ DIMINUIR:

Acredita-se que muito em breve, a prática da informalidade tende a diminuir muito! A recomendação é de que as empresas devem se esforçar cada vez mais no sentido de ir acertando os detalhes que faltam para minimizar problemas com o FISCO.

*5. SUPERCOMPUTADOR T-REX E SISTEMA HARPIA:

A Receita Federal passou a contar com o T-Rex, um supercomputador que leva o nome do devastador Tiranossauro Rex, e o software Harpia, ave de rapina mais poderosa do país, que teria até a capacidade de aprender com o comportamento dos contribuintes para detectar irregularidades. O programa vai integrar as secretarias estaduais da Fazenda, instituições financeiras, administradoras de cartões de crédito e os cartórios.

*6. DIMOF:

Com fundamento na Lei Complementar nº 105/2001 e em outros atos normativos, o órgão arrecadador e fiscalizador apressou-se em publicar a Instrução Normativa RFB nº 811/2008, criando a Declaração de Informações sobre Movimentação Financeira (DIMOF), pela qual as instituições financeiras têm de informar a movimentação de pessoas físicas, se a mesma superar a ínfima quantia de R$ 5.000,00 no semestre, e das pessoas jurídicas, se a movimentação superar a bagatela de R$ 10.000,00 no semestre. A primeira DIMOF foi apresentada em 15 de dezembro de 2008.

*7. DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA JÁ PRONTA PELO FISCO PREVIAMENTE:

O acompanhamento e controle da vida fiscal dos indivíduos e das empresas ficará tão aperfeiçoado que a Receita Federal passará a oferecer a declaração de Imposto de renda já pronta, para validação do contribuinte, o que poderá ocorrer já daqui a dois anos, leia se 2013.

*8. PRIMEIRA ETAPA JÁ INICIADA EM 2008 37.000 CONTRIBUINTES:Apenas para a primeira etapa da chamada Estratégia Nacional de Atuação da Fiscalização da Receita Federal, foi estabelecida a meta de fiscalização de 37 mil contribuintes, pessoas físicas e jurídicas, selecionados com base em análise da antiga CPMF, segundo publicado em órgãos da mídia de grande circulação.

*9. CRIAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES PATRIMONIAIS DO CONTRIBUINTE:

O projeto prevê, também, a criação de um sistema nacional de informações patrimoniais dos contribuintes, que poderia ser gerenciado pela Receita Federal e integrado ao Banco Central, Detran, e outros órgãos.

*10. PENHORA ON LINE:

Para completar, já foi aprovado um instrumento de penhora on line das contas correntes. Por força do artigo 655-A, incorporado ao CPC pela Lei nº 11.382/2006, poderá requerer ao juiz a decretação instantânea, por meio eletrônico, da indisponibilidade de dinheiro ou Bens do contribuinte submetido a processo de execução fiscal.

*11. REVISÃO DE PROCEDIMENTOS E CONTROLES CONTÁBEIS:

Tendo em vista esse arsenal, que vem sendo continuamente reforçado para aumentar o poder dos órgãos fazendários, recomenda-se que o contribuinte promova revisão dos procedimentos e controles contábeis e fiscais praticados nos últimos cinco anos.

*12. A RECEITA ESTÁ TRABALHANDO MESMO:

Hoje a Receita Federal tem diversos meios (controles) para acompanhar a movimentação financeira das pessoas. Além da DIMOF, temos a DIRPF, DIRPJ, DACON. DCTF, DITR, DIPI, DIRF, RAIS, DIMOB, etc etc. Ou seja, são varias fontes de informações.

*13. TESTES DO SISTEMA:

Esse sistema HARPIA, já estava em teste há 2 dois anos e agora está trabalhando pra valer. Com a entrada em vigor da nota fiscal eletrônica e do SPED, ai é que a situação vai piorar, ou melhor, melhorar a arrecadação.

ATENÇÃO

Jamais faça DOAÇÕES!Se tiver de doar algum dinheiro a um filho, por exemplo, declare apenas como EMPRÉSTIMO, caso contrário, será taxado em 4% em imposto estadual.
Ler Mais
 
ÍCONI - Informática e Consultoria | WebMAIL ©2011